Política

Projeto de reforma administrativa do governo de Rondônia é retirado da pauta na ALE

Devido à pressão de vários parlamentares, o projeto proposto pelo governo de Rondônia, referente à reforma administrativa em diversas secretarias, foi retirado de pauta. Entre as mudanças apresentadas estaria a extinção da Secretaria de Estado de Justiça (Sejus), voltando a ser vinculada à Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec).

O deputado Léo Moraes (PTB) foi o primeiro parlamentar a se posicionar contra a proposta e afirmou que os servidores têm que participar de cada debate que envolve a reforma.

“Sempre me posicionei contra reformas sem diálogos, muito menos sem a participação de todas as partes envolvidas. Vencemos a batalha, mas a guerra continua”, explicou o deputado.

Léo ressaltou ainda que é preciso abordar com muita responsabilidade a proposta e saber o que os servidores pensam a respeito. Na ocasião, o parlamentar compartilhou a conversa que teve com alguns diretores de unidades prisionais do Estado que se manifestaram contra a mudança.

A classe teme o fim da pasta, pois para os servidores, com a vinculação a outra secretaria, melhorias de infraestrutura, equipamentos e pessoal seria ainda mais difícil de seres conquistadas.

“Além disso, o Plano de Cargos, Carreiras e Salários desses profissionais ainda não sofreu avanços. Por isso, manterei meu posicionamento contra a extinção da pasta e a categoria terá meu apoio para lutarmos conta essa reforma administrativa”, concluiu Léo Moraes.

Fonte: ALE/RO – DECOM


COMENTAR

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close