RondôniaÚltimas Notícias

Produtores recebem mudas de café clonal para a revitalização da lavoura em Governador Jorge Teixeira

This section contains some shortcodes that requries the Jannah Extinsions Plugin. You can install it from the Theme settings menu > Install Plugins.

Em 1984, os irmãos Fidelcino e Carlito Moreira de Souza trocaram Itamaraju, na Bahia, apostando num futuro promissor em Rondônia, na região de Governador Jorge Teixeira. Eles são parte dos agricultores familiares que receberam, na quarta-feira (20), mudas do café clonal com o objetivo de revitalizar as lavouras.

“Viemos para Rondônia em busca de uma vida melhor, conquistar a própria terra e construir um futuro de sucesso. Deu certo. Agora vamos acabar com o velho cafezal e iniciar uma nova lavoura que promete alta produção”, disse Fidelcino Moreira, que vai plantar 2.500 mudas do café clonal dentro das técnicas orientadas pela equipe da Emater.

Carlito Moreira acredita que produzir café é um excelente negócio, especialmente porque os lucros são altos e ajuda na fixação das famílias nos sítios. “O café clonal produz muito depressa e tem venda e preço garantidos. Outra vantagem é que a lavoura ajuda a manter a família unida e no campo”, explica o produtor morador da linha 623, distante 35 quilômetros de Governador Jorge Teixeira.

O cerealista Amélio Roque Siebert, do distrito de Colina Verde, compra toda a produção do café do entorno do município. Ele entende que o programa de revitalização da lavoura cafeeira implantada pelo governo estadual é uma ferramenta que impulsiona a economia da região. “Na última safra comprei 900 sacas. Com esse novo modelo de cafezal acredito que a produção deva, no mínimo, triplicar”, afirmou o cerealista, que comercializa todo o café da região em Jaru.

A entrega das 110 mil mudas de café clonal entregues pela Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) faz parte do programa ‘Plante Mais’ do governo de Rondônia em incentivo à agricultura familiar. O objetivo é elevar a produtividade e com qualidade do grão, que é uma variedade com mais qualidade e produtiva do café conilon a partir do segundo ano da formação da lavoura. “Já temos registro em Rondônia de produtor que já colheu até 180 sacas por hectare”, informou o secretário Evandro Padovani, acrescentando que é importante o acompanhamento dos técnicos da Emater desde o plantio à colheita.

O prefeito de Governador Jorge Teixeira, João Alves Siqueira, está confiante de que a economia do município será aquecida a partir das primeiras colheitas do novo café. “Somos gratos ao governador Confúcio Moura pela parceria e o alavancamento do setor produtivo”, disse o prefeito João Paciência, como é popularmente conhecido.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

[divider]

COMENTAR

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close