Rondônia

Presídios ganham espaço humanizado para mães e filhos em Rondônia

Foto: Cedidas pelo NUAMSP/SEJUS

Estabelecimentos prisionais femininos em Rondônia estão ganhando sala reservada para as crianças, com brinquedos diversos, itens pedagógicos e equipamentos eletrônicos audiovisuais, teatro de fantoches, proporcionando um espaço recreativo, educativo e de encontro entre mães e filhos, visando reduzir as tensões do ambiente prisional.

Nesta última semana de novembro foram inauguradas duas brinquedotecas, em Porto Velho, no Centro de Ressocialização Suely Maria Mendonça, e na Casa de Detenção Feminina de Guajará-Mirim. A terceira está prevista para ser inaugurada ainda no início de dezembro, em Ji-Paraná, no anexo feminino do Presídio Agenor Martins de Carvalho.

Os espaços foram aparelhados por meio de acordo de cooperação com o Departamento Penitenciário Nacional, em consonância com a Política Nacional de Atenção às Mulheres em Situação de Privação de Liberdade e Egressas do Sistema Prisional. Coube ao Governo de Rondônia, através da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus),  providenciar e organizara os locais adequados no interior das unidades prisionais, para instalação dos itens infantis e dos aparelhos eletrônicos e de climatização.

Aleitamento

O acordo de cooperação ainda contempla uma sala de aleitamento, que já foi instalada no Centro de Ressocialização Suely Maria Mendonça, em Porto Velho. A unidade possui cerca de 140 reeducandas; mais de 120 são mães.

A sala é mobilhada com poltrona acolchoada, cômoda para trocar fraudas, carrinho de bebê, purificador de água, projetor de vídeo, televisor, telão, aparelho eletrônico e CDs e DVDs educativos com abordagens sobre a gravidez, lactância, cuidados com o bebê, entre outras temáticas.

O ambiente é agradável, decorado e climatizado, e localizada próximo às celas das mulheres com filhos lactentes. “É um espaço humanizado, bem apropriado para as mães que vivem essa fase especial do aleitamento materno”, destacou Maisa Soares, chefe do Núcleo de Atenção às Mulheres em Privação de Liberdade (Nuamsp), que integra a Gerência de Reinserção da Secretaria de Justiça.

Fonte: Lucas Tatuí / Secom – Governo de Rondônia


 

COMENTAR

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close