Política

Marinha Raupp propõe mutirão para regularizar situação fundiária em Rondônia

Durante a inauguração da unidade avançada do INCRA — Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, em Buritis, e entrega de títulos definitivos, em Ariquemes, na manhã de quinta-feira (21), a deputada federal Marinha Raupp propôs que seja realizado um mutirão de regularização fundiária em todo Estado.

Só na quinta-feira, cerca de 800 produtores rurais da região de Buritis e Ariquemes realizaram o sonho de receber o título definitivo de suas propriedades. Ao todo serão cerca de 2.000 documentos entregues em Rondônia.

A inauguração desta unidade atende a uma solicitação da deputada Marinha Raupp.

“O Vale do Jamari é uma região que tem a agricultura familiar pujante, daí a importância do fortalecimento do produtor rural, de toda cadeia produtiva, da segurança da terra para o trabalho. E esse trabalho deve ser feito de forma rápida e em todo o Estado”, disse.

Assim como também reafirmou o senador Valdir Raupp, ao conduzir as tratativas para a presença do INCRA em Buritis e em Ariquemes.

“Tudo isso se fortalece a medida que temos unidades do INCRA espalhadas pelo Estado, tratando conjuntamente das questões legais de regularização fundiária dentro dos municípios”, frisou o senador.

Em nome do pioneiro José Luiz, o mais antigo assentado da região de Buritis, Raupp homenageou todos os produtores que ganharam tranquilidade para cultivar a terra.

“Estamos felizes em contribuir para a realização deste sonho. Agradecemos a união dos poderes e a atuação do Incra”.

A deputada Marinha destacou ainda a força das mulheres “valorosas, aguerridas, que tiveram esses anos todos ao lado de seus esposos, cuidando de seus filhos. Meu desejo de benção de Deus nesse momento. Também parabenizo a família do INCRA por trabalhar firma para chegarmos nesse momento. Um feliz Natal e um próspero Ano Novo, com o título na mão.”

Para o superintendente do Incra em Rondônia, Cletho Muniz de Brito, esse é um momento histórico para a reforma agrária no estado de Rondônia. “O INCRA vive este momento porque nossos parlamentares estão aqui comigo, nessa luta de Rondônia na área agrária e fundiária. De coração, muito obrigado”.

O diretor de desenvolvimento de projetos de assentamento, Ewerton Giovanni dos Santos, que na ocasião representou o presidente do INCRA, disse que isso é apenas o início de um trabalho que começou há muito tempo e está dando frutos.

“Em 2018 esses números, que levaram mais de 6 meses de trabalho do Brito e de toda a equipe do INCRA, vão ser muito mais céleres. Isso porque nossos parlamentares mudaram a legislação, tirando as amarras que seguravam a titulação no País”.

Fonte: Leivinha Oliveira

 

COMENTAR

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close