Saúde

Agevisa orienta consumidores sobre compra e manuseio de galões de água mineral

This section contains some shortcodes that requries the Jannah Extinsions Plugin. You can install it from the Theme settings menu > Install Plugins.

Na semana em que se comemora o Dia Mundial da Água (22/03), a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) orienta a população sobre os cuidados antes de adquirir e manusear os galões de água mineral, observando as condições higiênico-sanitárias do estabelecimento para garantir essencialmente a qualidade da água.

A nutricionista Lucia Freitas, do Setor de Alimentos da Vigilância Sanitária/Agevisa, frisou que antes de uma pessoa adquirir um galão de água mineral, observe e não compre o produto que esteja exposto ao sol, claridade excessiva ou calor, não compre água armazenada próxima a produto químico e saneante, em local úmido, exposta a poeira e nas calçadas, local que atraem animais como cães e gatos. “Dependendo do local onde a água mineral é armazenada, ela pode ter as características modificadas”, destacou.

Segundo ela, o correto é que os vasilhames estejam armazenados em local livre de incidência do sol, acondicionado em paletes constituído de material liso, impermeável e de fácil higienização, a embalagem em boas condições de higiene.

Outras observações feitas pela nutricionista da Agevisa são as seguintes: os galões não podem ter arranhões, a data de validade tem que está localizada em cima do garrafão, o lacre não deve está violado.

Ao manusear o galão antes de colocar no bebedouro, a pessoa deve lavar as mãos com água corrente e sabão neutro, limpar bem a superfície externa do galão, lavando bem com água e sabão, higienize com álcool (70%) e aguarde secar completamente para não transferir gosto à água.

Lucia Freiras alerta ainda sobre o término da utilização do galão: nunca utilize para outros fins, pois a embalagem é retornável; evite que corpos estranhos, tais como: papéis, canudos plásticos e outros objetos, caiam dentro do galão. “Em relação aos bebedores, o ideal é fazer a higienização com produtos neutros a cada troca de galão”, reforçou.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

[divider]

COMENTAR

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close