Porto Velho

Emdur realiza reparos na iluminação do Parque Amazônia e em Vista Alegre do Abunã

A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Empresa de Desenvolvimento Urbano (Emdur), realizou, em duas semanas de trabalho, reparos em cerca de 270 pontos de iluminação pública no loteamento Parque Amazônia, localizado no Bairro Mariana, zona Leste da capital, e no distrito de Vista Alegre do Abunã.

No Parque Amazônia, segundo a Emdur, o trabalho de recuperação da iluminação aconteceu neste último final de semana. A ação foi realizada por três equipes, com foco na Rua Mangabeira, onde 19 pontos foram recuperados, deixando a região totalmente iluminada.

O serviço de manutenção também foi realizado nas ruas Corticeira, Urucu, Embira, Guajuvira, Freijó, Jacaranda, Manguba, Seringueira, Paineira, Pequi, Claraíba, Bacuri e Palheteiro. Em 70 pontos de iluminação foram instalados novos braços metálicos, luminárias, reatores e relés. “Também foram feitos reparos, com troca de peças danificadas”, explicou o presidente da Emdur Thiago Tezzari.

Vista Alegre do Abunã

No distrito de Vista Alegre do Abunã foi outra região que recebeu atenção da Prefeitura com manutenção da iluminação pública. Segundo a Emdur, o trabalho foi realizado em uma semana, com implantação de novos braços metálicos, luminárias, reatores e relés e reparo, com troca de peças queimadas. “Ao todo foram mais de 200 pontos de luz reparados no distrito”, salientou Thiago Tezzari.

Fonte: Comdecom

CGM adota nova metodologia para promover maior transparência na gestão de recursos pelo Município

A Controladoria Geral do Município (CGM) adotou nova metodologia de fiscalização e controle para prevenir fraudes e incentivar a transparência nos processos de licitação geridos pelo Município. O primeiro relatório, resultante da aplicação desse novo modelo de estudo, foi entregue ao prefeito Hildon Chaves na manhã desta segunda-feira (9/7).

A entrega do documento foi feita durante reunião que, além controlador Geral do Município, Boris Alexander, contou com participação do controlador Geral do Estado, Francisco Netto e das equipes do Observatório da Despesa Pública.

Segundo o controlador Geral do Município, o relatório é referente ao último triênio de 2016. “Esse estudo detectou pontos que precisam ser melhor observado pelo gestor. Por conta disso, a CGM fez algumas recomendações a despeito de alguns vícios que perduram nos processos licitatórios”.

A nova metodologia de controle de contas foi desenvolvida pelo Observatório da Despesa Pública (ODP), integrado pela Controladoria Geral da União, a Controladoria Geral do Estado e a CGM. “Esse trabalho em conjunto deve melhorar a gestão dos recursos públicos no quesito transparência”, explicou Bóris Alexander.

O trabalho da CGM foi elogiado pelo prefeito Hildon Chaves, uma vez que, segundo ele, a sua administração preza pela transparência. “Vamos nos adequar às demandas apresentadas o quanto antes, com prioridade e atendendo as recomendações dadas”, explicou, acrescentando que, em seis meses, o índice de transparência do Município aumentou de 64,83% para 91,9%.

Fonte: Comdecom