Resumo da novela Os Dez Mandamentos – 16/02 a 23/02

Resumo da novela Os Dez Mandamentos divulgados pela Rede Record. Saiba o que vai acontecer nos próximos capítulos da novela da Rede Record, entre os dias 16 de fevereiro e 23 de fevereiro de 2018 e fique por dentro dos acontecimentos da trama que vai ao ar de segunda à sexta-feira na Rede Record.

Capítulo 149 – Sexta-feira, 16 de fevereiro
Yunet diz ao faraó que foi enviada pelos deuses para ajuda-lo e diz não ser prudente ignorar esses sinais e diz a Ramsés que deseja voltar para o palácio. Arão, Oseias, Eliseba e Eleazar procuram pelo cajado de Moisés, sem sucesso. Miriã diz a Moisés que o cajado pode ter sido roubado, já que os egípcios podem ter concluído que o poder emana do objeto. Pensativo, Moisés concorda com o pensamento da irmã. Corá aparece na casa de Joquebede e se faz de surpreso com o sumiço do cajado. O libertador conta para Corá que o roubo não irá atrapalhar os planos de Deus.

Capítulo 150 – Segunda-feira, 19 de fevereiro
Ramsés questiona Yunet e ela diz que ouviu uma conversa em que Henutmire planeja fugir com a ajuda de Moisés, deixando o faraó com ódio. Henutmire arruma os pertences com a ajuda de Leila e é flagrada por Ramsés. Moisés conta para Joquebede e Miriã que Deus castigará os animais dos egípcios na nova praga. Mãe e filha se espantam ao saberem que Henutmire quer morar na vila dos hebreus. Leila sai e Ramsés avisa que a irmã não a deixará ir embora. Henutmire mostra-se decidida e afirma que o Deus hebreu irá protegê-la. Furioso, o rei ordena que os guardas prendam a princesa. Yunet sorri vitoriosa ao ver Henutmire indo para a prisão. Moisés, Joquebede e Miriã se preocupam com o risco que a princesa corre ao ser descoberta por Ramsés. Hur fica desesperado com a situação de Henutmire e Leila desconfia que Yunet esteja envolvida na história. Nefertari estranha ao encontrar Ramsés enfurecido. O faraó conta que foi traído por Henutmire e já mandou prendê-la. Karoma ouve a conversa entre os dois e revela a atitude do rei para Leila. Henutmire chega à prisão e chora desesperada. Moisés conta para Arão e os sobrinhos que Yunet entregou o cajado para Ramsés. Itamar supõe que alguém a ajudou e Oseias diz que há um traidor entre os hebreus. Eliseba e Inês tentam imaginar como vai ser a vida no deserto rumo a Canãa.

Capítulo 151 – Terça-feira, 20 de fevereiro
Paser se surpreende com a atitude de Nefertari e alerta a filha sobre o caráter de Yunet. Safira pressiona os sobrinhos e Assir e Encana confessam que roubaram o cajado de Moisés. Ramsés questiona Uri ao perguntar se agiu certo em expulsar Hur do palácio. Em conversa com Karoma, Leila lamenta a decisão de Yunet. Uri promete permanecer ao lado de Ramsés e diz negar o Deus dos hebreus. Enquanto executa seus afazeres, Leila é humilhada pela mãe da rainha. Paser visita Henutmire na cela. Uri se mostra firme na decisão de permanecer ao lado dos egípcios. Leila se arrisca e decide visitar Henutmire. A hebreia pede a Gahiji para preparar uma cesta com alimentos para a princesa. Moisés se abre com Oseias e diz sentir falta de Zípora e dos filhos. Ana e Judite lamentam o comportamento de Apuki. Joquebede sugere que Miriã tire Hur do coração. Eleazar conta a história de José do Egito para Fineas dormir. Nadabe, Abiú e Itamar sonham com suas futuras esposas. Arão e Eliseba fazem juras de amor. Ramsés conta para Nefertari sobre a nova ameaça de Moisés. Simut tenta reanimar Paser. Yunet e Bakenmut se beijam às escondidas. Assir e Elcana vão ao encontro de Corá. Eles pedem para o pai devolver o cajado de Moisés. Corá avisa que o objeto já está nas mãos do faraó.

Capítulo 152 – Quarta-feira, 21 de fevereiro
Nefertari se apavora ao saber que todos os animais estão morrendo. Ramsés diz que Moisés não irá impedi-lo de nada e decide manter o cortejo. Paser avisa que o touro sagrado morreu e Ramsés se desespera. Inconformado, o rei cancela tudo e decreta luto em todo o Egito. Hur fica emocionado ao entrar pela última vez na oficina do palácio. Simut entrega o cajado para que Hur devolva-o a Moisés. Yunet reclama do cancelamento do cortejo e descobre que Hur está de saída do palácio. Bakenmut proíbe os guardas de alimentarem Henutmire. Leila, Chibale e Gahiji se emocionam na despedida de Hur. Arão afirma que Ramsés está descobrindo da pior maneira que nenhum deus egípcio pode ajudá-lo. Tais, Hori e Meryt se entristecem com a morte de Mekal, enquanto Meketre demonstra preocupação. Judite avisa Ana, Jairo e Apuki que a cidade está cheia de animais mortos. Hur caminha, com o cajado de Moisés, para longe do palácio. Safira reclama da maneira como Bina educa os filhos. Moisés conta para os familiares sobre a tradição dos egípcios em venerar animais tidos como deuses. Ramsés fica sabendo que na vila dos hebreus nenhum animal foi morto. Meketre avisa que irá falar com o rei. Irritada coma morte de Mekal, Tais avisa Ana e Judite que não precisará mais dos serviços delas.

Capítulo 153 – Quinta-feira, 22 de fevereiro
Ramsés atira a espada longe e vai embora furioso. O faraó desconta sua raiva em Nefertari e Amenhotep. Ikeni encontra Bakenmut no corredor do palácio e conta sobre o impasse entre Moisés e o rei. O libertador dos hebreus chega em casa e conta que foi ameaçado de morte por Ramsés. Leila descobre que Henutmire está sendo impedida de receber comida. Yunet e Bakenmut dizem que gostariam de ver Moisés morto. O profeta afirma que irá libertar Henutmire. Abigail sente-se mal novamente e todos ficam esperançosos com possível gravidez. Ana e Judite discutem com Apuki e Jairo. Meketre tenta confortar Tais, que lamenta a ausência de suas damas de confiança. Moises conta para Arão sobre a prisão de Henutmire. Zelofeade se emociona e agradece a Deus pelo filho que virá. Datã se declara para Safira e eles se beijam. Uri e Leila têm novo desentendimento. Em conversa com Hur, Bezalel diz não acreditar que Uri prefira viver longe da família. Ramsés visita Henutmire na cela e diz que não vai ceder ao pedido do libertador dos hebreus. Deus fala novamente com Moisés e avisa que novas pragas estão por vir. Oseias fala sobre seu plano de libertar a princesa.

Capítulo 154 – Sexta-feira, 23 de fevereiro
Moisés diz que não sabe qual será a nova praga e Ramsés pede que ele vá embora. Gahiji e Chibale ficam apreensivos com a visita de Yunet a cozinha. Meketre defende Bak ao vê-lo sendo maltratado por Ahmós. Yunet surpreende Henutmire ao aparecer na prisão para servi-la. A princesa tenta não ceder às provocações de Yunet, que sai e a deixa a dúvida se a comida esta envenenada. Amenhotep lembra que Moisés foi um bom guerreiro e conta que ele pode organizar uma rebelião entre escravos, preocupando Nefertari. Apesar da fome, Henutmire resiste à tentação e entrega a comida intacta para o guarda, que estranha a atitude. Deus avisa Moisés que uma nova praga irá surgir. Gahiji chama atenção do servo que entregou a comida de Henutmire para Yunet. Nefertari flagra Radina defendendo Moisés. Paser decide procurar Yunet. Nefertari avisa Radina que não vai admitir nenhuma simpatia por Moisés. Hur fica bastante preocupado ao saber que Henutmire irá sofrer caso as pragas continuem. Moisés avisa aos familiares que a nova praga causará tumores, que se tornarão úlceras. Arão diz que o exército também será atingido e Oseias afirma que é uma boa oportunidade para libertar a princesa da prisão. Paser recrimina Yunet por insistir em fazer mal para Henutmire.

Fonte: https://novelas.redenoticia.com.br/novela-os-dez-mandamentos-resumo-dos-proximos-capitulos-2/91832

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*