Maurão de Carvalho anuncia encontros do MDB que definirão estratégia eleitorais

Pré-candidato a governador do partido disse que momento é de somar alianças e fortalecer a sigla

O pré-candidato a governador do MDB Maurão de Carvalho, anunciou durante entrevista a rádio Rondônia, em Porto Velho, nesta terça-feira (6), que o partido vai realizar encontros regionais para a definição das estratégias eleitorais, tendo como foco a discussão de eventuais alianças, pré-candidaturas e o fortalecimento da sigla.

“Estamos nos preparando para a eleições. Temos o firme propósito em disputar o Governo e já estamos conversando com diversos partidos, visando a formação de um arco de alianças. Estou feliz no MDB e o nosso projeto é de reforçarmos as bases partidárias”, disse Maurão.

O presidente estadual do MDB e suplente de senador, Tomás Correia, também participou da entrevista, reforçando que o partido está fechado com o Maurão como pré-candidato ao Governo, Valdir Raupp concorrendo à reeleição ao Senado e o governador Confúcio Moura fazendo dobradinha com ele, já que essas eleições abrem duas vagas para o Senado Federal.

“No próximo dia 17, em Vilhena, começamos uma série de encontros regionais com a finalidade de mobilizarmos a nossa militância e lideranças. O partido está aberto à alianças, sem ressalvas e sem rusgas, para a construção de um grupo político forte para vencermos as eleições”, opinou.

Indagado sobre o recente anúncio de que o governador Confúcio Moura vai disputar uma vaga de senador, Tomás declarou que o pleito dele é legítimo. “Confúcio é um histórico do MDB. Não faria sentido ele fora do nosso partido, onde construiu toda a sua carreira política. Vamos somar forças e buscarmos a eleição dos nossos dois senadores, além do nosso governador, que é o Maurão, nosso pré-candidato”, explicou.

Questionado sobre a construção de um Plano de Governo para apresentar a sociedade, Maurão disse que o momento é de ouvir as bases, para a formatação de um modelo adequado à realidade de Rondônia.

“Não temos uma receita pronta, mas o MDB tem experiência na gestão estadual. Hoje, Rondônia é um dos mais equilibrados estados da Federação, com a sua economia em franco crescimento. É isso que vamos mostrar à sociedade”, completou Maurão.

Quando indagado sobre o papel do vice-governador Daniel Pereira (PSB), que assumirá o mandato com a saída de Confúcio para disputar o Senado, Tomás declarou que “seria importante um alinhamento. Não teria sentido Confúcio e Daniel em palanques diferentes. O Governo é uma soma de esforços desse grupo político”.

Ao finalizar, Maurão rebateu os boatos que tentam enfraquecer seu nome como pré-candidato. “Isso é coisa de adversários, que espalham boatos duvidando se serei mesmo candidato ou se o partido está fechado em torno de meu nome. Se eles se incomodam com isso, é sinal de que nossa pré-candidatura está consolidada e por isso vamos trabalhar ainda mais”.

Fonte: Assessoria



Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*