Ligação clandestina em espaços públicos é crime, alerta Emdur

A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (Emdur), iniciou esta semana trabalho de conscientização sobre ligações clandestinas em áreas públicas, realizadas especialmente por comerciantes que não possuem ponto fixo.

O presidente da Emdur, Thiago Tezzari, alertou que essas ligações irregulares causam perigo ao ambulante e às pessoas que se encontram nas proximidades.

Segundo ele, uma instalação que está fora da norma de instalação elétrica fica exposta, trazendo risco para toda infraestrutura agregada.

“Além disso, uma ligação irregular causa prejuízo também ao Município, pois as instalações feitas nesses locais públicos são dimensionadas para suportar uma certa quantidade de carga de energia, e quando é feito o ‘gato’ essa carga aumenta, podendo danificar a rede como um todo..

Demandas recentes

Por conta dessas ligações clandestinas, no ano passado foi preciso refazer a ligação elétrica do campo do Bairro Areal da Floresta, na rua Juventude com Rua Três e Meio. “Por conta da ampliação da carga, várias residências próximas foram prejudicadas com queda de energia”, declarou o presidente.

Já neste ano, na Praça Pequeno Vitor Emanuel, no Conjunto Santo Antônio, foi identificado um “gato” e a equipe teve que fazer todo o circuito de energia do local, após a queima da caixa contadora.

Thiago Tezzari alertou que os comerciantes que agem dessa forma podem ficam expostos às sanções legais.

Fonte: Emdur

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*