Governo agiliza identificação de veículos roubados em Rondônia

A identificação de veículos roubados, um serviço que em Rondônia demorava dias ou até meses, agora acontece em tempo real. Isso porque todas as delegacias do estado agora estão integradas ao banco de dados nacional de trânsito, através do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisional e sobre Drogas (Sinesp), uma plataforma que visa facilitar a comunicação sobre roubos e furtos e a identificação de veículos roubados em todo o País.

O diretor-geral do Departamento de Trânsito de Rondônia (Detran-RO), Acássio Figueira, explicou que o Sinesp é um aplicativo de celular implementado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e o Ministério da Justiça e Cidadania, em parceria com os governos estaduais, que contém informações integradas, possibilitando consultas operacionais, investigativas e estratégicas sobre segurança pública, com a unificação dos serviços do Detran ao das secretarias estaduais da segurança, que em Rondônia é a Sesdec.

Ele lembrou que até o mês de abril deste ano o sistema funcionava apenas em Porto Velho, o que dificultava a identificação dos veículos roubados, uma vez que a comunicação das delegacias do interior era enviada em malotes, via Correios, levando dias ou até meses para chegar à capital. Após a determinação do governador Daniel, o serviço foi ampliado, operando em tempo real em todas as delegacias. “Se um roubo acontece em Vilhena, após a comunicação, o sistema envia a informação a todas as bases, possibilitando a identificação do veículo com mais rapidez na barreira”, citou o diretor do Detran-RO.

Antes de ser expandido para 100% do estado, Acássio disse que o sistema foi apresentado em reuniões estratégicas com o chefe da Casa Civil, Eurípedes Miranda; o titular da Sesdec, coronel Ronimar Vargas Jobim; os delegados Eliseu Muller (Geral da Polícia Civil), Antônio Carlos dos Reis (Adjunto), entre outros, para que fossem dirimidas dúvidas e o serviço pudesse funcionar conforme o previsto.

Criado em 2012 pela Lei 12.681, o Sinesp é uma das ferramentas que a Senasp utiliza com o objetivo de integrar, até 2019, todos os dados da segurança pública, prisionais e sobre drogas no País.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia



Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*