Política

Deputado Jesuíno visita Centro de Correição e anuncia emenda de R$ 500 mil

Incêndio destruiu boa parte do local e destinou recursos, através de emenda para recuperação do prédio

Na tarde de sexta-feira (2), o deputado Jesuíno Boabaid (PMN) esteve visitando o Centro de Correição da Polícia Militar, localizado na Avenida Buenos Aires, Bairro Embratel. Na oportunidade o parlamentar conversou com alguns dos servidores da segurança pública que cumpriam pena no local antes do incêndio destruir certa parte do prédio.

Na madrugada do dia 18 de dezembro de 2017, um incêndio iniciou-se na parte administrativa do Centro de Correição, destruindo todo aquele setor. Felizmente, não houve registro de feridos e o fogo foi controlado rapidamente, impedindo que as chamas se alastrassem para outros setores da unidade.

De acordo com o diretor da unidade, capitão Robinson Brancalhão, o incêndio pegou todos de surpresa e, ao ser procurado pelos responsáveis, o deputado Jesuíno de pronto se dispôs a ajudar na reconstrução do local. “A participação do deputado Jesuíno é de grande valia. Já temos planejamento e projetos para a reforma deste local”, comentou o capitão.

O subcomandante da Polícia Militar, coronel Clairton, parabenizou o capitão Robinson Brancalhão, por estar à frente das operações para a reforma no prédio, bastante aguerrido em suas ações. “O incêndio trouxe transtorno nos internos e em seus familiares e todos nós sofremos com isso. A gente se coloca no lugar do outro e sente o problema”, salientou o coronel.

O sub Clairton aproveitou, ainda, para agradecer imensamente ao deputado Jesuíno, por sempre atender a corporação militar quando solicitado. “O deputado Jesuíno Boabaid é um leão brigando pela Polícia Militar na Assembleia Legislativa, para que nós não percamos nossos direitos”, concluiu.

Um delegado que cumpre pena no regime semiaberto pediu vez na palavra e agradeceu ao diretor da unidade, por ter chamado para si a responsabilidade e iniciado os trabalhos para a reforma do complexo. Aproveitou para desabafar e agradecer ao deputado Jesuíno pela emenda ora destinada. “Você, deputado, entende o que é a cadeia e a falta de dignidade que há”, concluiu.

Em seu pronunciamento, Boabaid declarou a emenda parlamentar individual no valor de R$ 500.000,00, que serão utilizados para a compra de materiais para a reforma do prédio. “Não há legislação, apenas uma portaria que legaliza o funcionamento deste centro de correição. O governo do Estado negou ter orçamento para custear esta obra, portanto, faço a destinação desta emenda com felicidade, pois sei que ela será bem executada e garantirá que os servidores possam terminar de cumprir suas penas ou aguardar o trâmite de seus processos na justiça”, comentou Jesuíno.

Quando houve o incêndio, cerca de 40 servidores da Segurança Pública, entre eles policiais civis, militares, delegados e agentes penitenciários, cumpriam pena no centro de correição. Após o sinistro, os que cumpriam pena no regime fechado foram encaminhados para o Centro de Ressocialização Vale do Guaporé e os que cumprem pena no regime semiaberto estão no Presídio Aruana, onde saem para trabalhar na reforma do centro de correição pela parte do dia e retornam para o Aruana na parte da noite.

Finalizando, Boabaid afirmou que sempre que possível estará ajudando aos militares, seja destinando emendas ou garantindo os direitos dos servidores na Assembleia Legislativa.

Fonte: ALE/RO – DECOM


COMENTAR

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close