Concluída parte estrutural da passarela do Espaço Alternativo em Porto Velho

A empresa contratada pelo governo de Rondônia, para a construção da passarela com 184 metros de extensão no Espaço Alternativo em Porto Velho, concluiu ontem (20) a construção da estrutura metálica, identificada pela engenharia como superestrutura, considerada a primeira etapa da obra. A segunda fase do projeto, chamada de obra fina, incluiu serviços de instalações elétricas, pintura, e concretagem do piso e instalação das luminárias. Estes serviços serão realizados em janeiro.

O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), Ezequiel Neiva, acompanhou a instalação das últimas peças da estrutura metálica. Disse que a empresa tem compromisso para concluir o projeto até 30 de janeiro do próximo ano.  “Temos projetos prioritários, mas o governador Confúcio Moura tem um carinho especial pelo Espaço Alternativo”, afirmou Neiva.  A passarela foi projetada pelo arquiteto Lorenzo Villar, do DER.

O engenheiro Franchel Fantinatti, responsável pela construção, explica que a passarela é construída com aço de alta resistência à corrosão conhecido como SAC 300. Disse que toda a passarela tem 300 toneladas de aço na superestrutura, sendo que neste último vão central, o maior de toda estrutura, são 50 toneladas. O ponto mais alto tem 20 metros de altura.

“Hoje encerramos a etapa da superestrutura que é a parte mais complicada. Depois, entramos no recesso, e no início de janeiro faremos a retomada de obra para concluir as instalações elétricas, pintura da passarela, a concretagem do piso e a instalação das luminárias”, detalhou o engenheiro.

Fantinatti afirmou que a passarela do Espaço Alternativo é uma estrutura esplendorosa para se tornar o cartão de Porto Velho. “É um orgulho pra mim e pra minha equipe estar aqui realizando uma obra desse porte”, acrescentou.

O arquiteto Lorenzo Villar destacou que a passarela foi pesada para ser uma escultura urbana. Disse que o projeto é um marco para Rondônia, para administração pública que investe em obras desse porte.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia



Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*